top of page

Quatro dicas para integrar programas de benefícios nas empresas


Oitenta por cento dos colaboradores declaram que a flexibilidade dos benefícios proporcionados pela empresa afeta diretamente o seu bem-estar


A integração de programas de benefícios que também incluam os sociais em empresas é um caminho para garantir o bem-estar dos colaboradores e fortalecer a cultura organizacional.


Especialmente no cenário atual, onde os profissionais estão buscando por benefícios que vão além dos convencionais e obrigatórios por legislação.


De acordo com a pesquisa “Pulso RH” realizada pela healthtech Alice e conduzida pela Opinion Box, 80% dos colaboradores afirmam que a flexibilidade dos benefícios oferecidos pela empresa tem um impacto direto em seu bem-estar e, consequentemente, na produtividade.


Isso indica a importância dos empregadores encararem os programas de benefícios como um investimento estratégico para atrair e reter talentos.


Além dos benefícios tradicionais, como vale-refeição, vale-transporte, planos de saúde e odontológicos, as companhias podem ampliar seu leque e oferecer uma variedade de benefícios que atendam às necessidades e interesses individuais dos funcionários, visando aumentar a satisfação.


Inclusive, hoje existem opções no mercado que focam em solucionar problemas sociais

A incorporação de benefícios que contribuem para causas, além de proporcionar o bem-estar e produtividade dos funcionários, também destaca a empresa em um cenário empresarial cada vez mais competitivo.


Pensando nisso, Charles Schweitzer, CEO da I-Scaneo, HRTech focada em soluções de impacto social para empoderar os colaboradores, selecionou quatro dicas para a integração destes benefícios nas empresas:


Entender as necessidades dos funcionários: pergunte aos seus colaboradores o que gostariam de receber. Esse é o primeiro passo para garantir que a integração dos benefícios realmente faça diferença em suas vidas. Isso ajudará a identificar quais benefícios serão mais valorizados e mais eficazes. Por isso, procure fazer mapeamentos periódicos para entender o que seus colaboradores esperam.


Oferecer o máximo de personalização:  a personalização demonstra respeito e consideração por cada colaborador. 


Compreender as individualidades de cada perfil permite que a empresa crie um ambiente de trabalho mais inclusivo e acolhedor, onde cada funcionário se sente mais valorizado. Muitas empresas oferecem benefícios para quem tem filhos, porém hoje temos mães e pais de pets e porque não oferecer benefícios mais diversificados?


Afinal, bem-estar engloba muitas outras atividades, além dos benefícios tradicionais de terapia, meditação e ginástica, entre outras soluções. 


Garantir o acesso e utilização dos benefícios: além de disponibilizar os benefícios, é importante assegurar que os funcionários tenham acesso facilitado a eles e que funcionem perfeitamente.


Colha feedbacks regularmente: a coleta regular de feedback é essencial para garantir a eficácia dos programas de benefícios. Ao ouvir regularmente os colaboradores, a empresa pode identificar o que está funcionando bem e o que pode ser aprimorado.


Fonte: MundoRH

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page